top of page
acreditar-em-si.jpg

Conheça também nossas páginas sobre:

Contato


Economia Criativa

Moda Social

Pequena Empresa

Perguntas sobre Vendas

Pelas trilhas da Venda

Criatividade e Liderança

Empreendedorismo Social

Ação Social

Trabalho Voluntário

Blog

Agenda

Autoconfiança

Quando eu acredito no meu potencial, me lembro de todos os que um dia motivaram-me e disseram: vá em frente, você consegue.



Quando falamos ou ouvimos sobre autoconfiança, pensa-se em algo interno, íntimo, que surge de dentro, uma questão totalmente pessoal que se tem ou que falta, algo que começa e termina em si mesmo.



Entretanto, o que acontece é que começamos a ser estimulados a ter confiança bem cedo, já ali na hora dos primeiros passinhos, quando alguém estende as mãos e nos incitam: "vem, vem" e aceitamos o desafio que vai ficando cada vez maior, até que abandonamos o engatinhar e passamos a andar.



Depois, vem a difícil hora de tirar as rodinhas da bicicleta, quando alguém nos diz, não tenha medo, eu vou te empurrar, tô segurado, vai, pedala, pedala mais rápido, olha para frente… e, quando olhamos, ele(a) já nos largou e lá vamos nós.


Há uns trinta anos atrás, recebi um convite para fazer uma palestra, a primeira para uma grande plateia, inseguro e pronto para declinar do convite, fui prontamente estimulado por dois amigos a aceitar e eles ainda disseram: fique tranquilo, nós vamos estar lá com você.


No dia aprazado, lá fui eu para o compromisso com um frio gigantesco no estômago e um aperto no coração, o público foi chegando e junto com ele uma grande insegurança foi tomando conta de mim, até que os amigos Sérgio e Fernando chegaram, vieram até mim e me comprimentaram, tranquilizando-me com palavras de incentivo: fique tranquilo, você vai fazer um belo trabalho!



Chegada a hora, fui apresentado cordialmente pelo anfitrião e quando levantei, lá estavam eles sentados nas primeiras fileiras me olhando com ar de aprovação; agora era a minha hora, minha oportunidade de fazer o melhor e de fazer jus à confiança e ao apoio, eu não podia desapontá-los.


Comecei a palestra e conforme eu ia expondo o assunto, eles comentavam um com o outro, assentindo positivamente com a cabeça e um olhar de apoio, sorrindo, aprovando a minha performance.


Quando terminei, eles vieram até mim, parabenizando-me e reiterando suas colocações: viu, falamos que você daria conta, foi ótimo, nem doeu!


Esse foi o início de tudo, de décadas de palestras, seminários, treinamentos, etc.


Hoje, passados muitos anos, quando me sinto calmo e autoconfiante, lembro-me de todas essas queridas pessoas que desde os meus primeiros "passos" me estimularam e estiveram ao meu lado me ajudando a construir a minha autoconfiança.


Vem! Vai! Você consegue!


Pessoas que nos fazem fortes!


A origem da nossa autoconfiança está sempre nos que nos apoiam.



Rogério Alves


211 visualizações2 comentários
bottom of page