top of page
acreditar-em-si.jpg

Conheça também nossas páginas sobre:

Contato


Economia Criativa

Moda Social

Pequena Empresa

Perguntas sobre Vendas

Pelas trilhas da Venda

Criatividade e Liderança

Empreendedorismo Social

Ação Social

Trabalho Voluntário

Blog

Agenda

Férias Merecidas

Quando a correria se cansa, quando o trabalho sai de férias e os dias se tornam mais longos, nos vemos em busca de afazeres para nos ocupar.



Pode parecer uma contradição ou incoerência, pois desejamos muito as tão sonhadas férias. E, agora que elas chegaram, somos tomados por um vazio, por uma busca pelo o que fazer. Lembro-me daqueles cães que correm desesperados e raivosos atrás do carro, que para por algum outro motivo, e ele fica sem graça, sem saber o que fazer.



Falando em carros, o trânsito é onde se reflete primeiro e diretamente nossa busca, as ruas ficam cheias. Todos dias nesse período, elas se transformam como nos caóticos finais de tarde das sextas-feiras, e nós, sem termos o que fazer, chegamos mesmo a nos oferecer para qualquer missão, mesmo que seja ela de extrema importância e responsabilidade, como buscar canela para a rabanada, e lá vamos nós de carro!



Venho lutando com a piscina há vários dias, ela vai ficar limpinha, custe o que custar; agora, neste exato momento enquanto escrevo, estou de ouvidos em pé, numa tarefa importantíssima: entregar o envelope de gratificação da equipe que coleta o lixo aqui na minha rua e, é só descuidar que eles passam e vão embora, como na última quinta-feira.


Eu já viajei; fui três vezes ao supermercado (algo impensável); coloquei decoração de Natal; comi um panetone (sozinho); tenho varrido o quintal duas vezes por dia; visitado minha mãe pela manhã e no final da tarde também… O caminhão da coleta do lixo subiu, agora vou lá, vigiá-los quando descerem, se não, vão embora sem o presente.



É muito trabalho, uma canseira danada, já começo a perceber lá no fundo, um pinguinho de saudades daqueles dias loucos de muito trabalho de antes das férias. Afinal, já são sete longos dias de "folga", haja resistência, resignação e resiliência, férias não é coisa para amadores.


Como estão as coisas por aí?

Descansando?


Rogério Alves


80 visualizações1 comentário