top of page
acreditar-em-si.jpg

Conheça também nossas páginas sobre:

Contato


Economia Criativa

Moda Social

Pequena Empresa

Perguntas sobre Vendas

Pelas trilhas da Venda

Criatividade e Liderança

Empreendedorismo Social

Ação Social

Trabalho Voluntário

Blog

Agenda

É proibido pisar na grama!!!

Não colha flores!

Silêncio!

Não jogue lixo!

Dê descarga após o uso!

Não jogue papel no vaso!


Proibido … proibido …

Você já viu um gramado cortado por um caminho?


Chama mais a atenção quando o gramado além do caminho tem uma plaquinha: "Não pise na grama".



O trilho cortando o gramado parece mostrar, de forma bruta, que a placa não funcionou; que usar a calçada ou dar a volta é um sacrifício e que o rastro deixado meio que autoriza a que outros tomem o mesmo caminho como se fosse uma servidão.



Frequento uma instituição há mais de duas décadas.

Durante muitos anos, existiu lá uma placa de “SILÊNCIO” que nunca cumpriu sua esperada função...


Abertura para outras propostas...

Por muitos anos, assisti com naturalidade dirigentes pedirem silêncio, até que um dia a placa sumiu e outras medidas foram tomada como: música ambiente, informativo da instituição deixado nas cadeiras, textos e informações úteis projetadas, o exemplo dos dirigentes e frequentadores mais experientes e até música ao vivo que provocaram mudanças comportamentais.


O que afeta um, atinge a todos...

Desejar mudanças de hábitos demanda esforço e, por este motivo, exige um investimento de tempo e exemplo positivo. Pretender mudanças sem envolvimento pessoal é estar sujeito a frustrações inevitáveis.


O que nos leva a fazer ou não determinados atos?

Praça inaugurada, jardins lindos, corrimãos ladeando as escadarias que de repente foram atacados por um skatista que, em suas manobras, saltava e escorregava insistentemente por eles.

Impedido na sua ação e interrogado do motivo da depredação ele alegou: “A praça é pública!


O nascer de uma amizade..

Muitas pessoas ainda não compreenderam o sentido de algo ser público, há uma dificuldade em perceber que o público é de todos, assim como com a praça... este sentimento se estende a tudo de forma deturpada e totalmente equivocada, precisando ser esclarecido.



Minha cidade recebeu, há pouco tempo, uma nova frota de ônibus urbanos, com ar condicionado, cadeiras mais confortáveis, degraus mais baixos, saídas de USB… muito legal, você não acha? Dias depois, em uma entrevista do representante da empresa em uma rádio local, ouvi que as saídas de USB estavam sendo inutilizadas por goma de mascar, que os bancos estavam sendo rasgados e os revestimentos estavam sendo riscados.


“Sorria você está sendo filmado”


Educar de forma ampla, com envolvimento pessoal de cada um de nós tem se mostrado o único caminho; combater a ignorância através do acesso à informação, do exemplo positivo, de um trabalho de conscientização comunitária devem ser caminhos a serem seguidos, haja vista que, em algumas cidades, essas medidas vem funcionando...


quando abrimos espaço para a consciência florescer...

Tenho me esforçado muito na mudança e revisão de alguns valores e na implantação de uma visão mais ampla e social, creio que somente através da mudança pessoal e do consequente resultado daí advindo, as coisas tomaram outro rumo.


Enquanto eu esperar a mudança para a partir daí e somente assim eu mudar, talvez isso não venha a ocorrer com a urgência que anseio...