acreditar-em-si.jpg

Conheça também nossas páginas sobre:

Contato


Economia Criativa

Moda Social

Pequena Empresa

Perguntas sobre Vendas

Pelas trilhas da Venda

Criatividade e Liderança

Empreendedorismo Social

Ação Social

Trabalho Voluntário

Blog

Agenda

Reinventar-se

A vida pode ser um bom estado de luta, mas o estado de guerra nunca será uma vida boa.


A vida vinha passando tranquila e faceira, ali pela rua do "tudo bem graças a Deus", esquina com "vamos levando"; quando de repente tudo se transformou, e Ela foi constrangida a parar ali, no meio do caminho, sem possibilidade de retroceder; era preciso descobrir como seguir em frente, pois a vida realmente não pode ficar parada.



Depois de um susto paralisante, foi hora de reinventar-se e reaprender a andar… e vimos tanta criatividade que até nos admiramos. Dois anos depois, habituados com uma nova forma de caminhar, nós nem nos demos conta do que somos capazes.

A vida, apesar de tudo, vai seguindo em frente…


No Carnaval deste ano, igualmente o do ano passado, não aconteceu, mas, teve feriado, férias, viagens e até festas… estranho?

Você não viu nada!

As coisas estão meio loucas!


Você já pensou que um dia o Carnaval do Rio de Janeiro fosse realizado uma semana depois da Páscoa? Teve Carnaval até durante a quaresma em Vitória/ES. Subversão total do calendário. Haja reinvenção e maleabilidade para acompanhar!



Mas, o desafio gigante foi o de aprender nestes últimos dois anos, a ganhar dinheiro ou não deixar de ganhá-lo; reinventar-se em algo tradicional chamado trabalho, "sair da caixa" muito fechada de uma atividade convencional.


E foi neste quesito que se viu uma capacidade criativa impressionante, empresas e pessoas que se reinventaram com resultados positivos incríveis, difíceis de serem conquistados até mesmo em circunstâncias tidas como normais.



Fomos capazes de muito, tanto que agora o que se percebe é uma quase obsessão em busca do tal "reinventar-se", algo que beira ao cômico, um verdadeiro desespero de não permanecer com mais nada, de mudar o tempo todo em busca de "resultados".

Algo que pode se tornar patológico!


Tem horas que este constante desafio da reinvenção, supera a real necessidade, se tornando algo imposto, mesmo quando é tempo de somente viver, de seguir em frente… insiste-se em reinventar, inovar e estimular ações disruptivas.


Será até onde vamos nesta busca da recuperação do tempo perdido?

O Carnaval na minha cidade será em meados de Maio.


*"Todos os dias que eu acordo não tenho mais o tempo que passou"


Venho buscando a calma!



Rogério Alves.

*Legião urbana.


87 visualizações2 comentários