Conheça também nossas páginas sobre:

Contato


Economia Criativa

Moda Social

Pequena Empresa

Perguntas sobre Vendas

Pelas trilhas da Venda

Criatividade e Liderança

Empreendedorismo Social

Ação Social

Trabalho Voluntário

Blog

Agenda

Perseverar

Vida é vivida

Boa vontade é = a Vontade?

Tem diferença?

Há pessoas que acreditam que só a boa vontade basta.


Penso que a boa vontade é aquela de quem quis fazer, mas na última hora não fez, que pretendia comparecer e que não esteve presente, de quem poderia ter feito algo, mas abandonou no meio do caminho…


Temos ainda quem, além de "acreditar" que só a boa vontade basta, prega que ela seja suficiente para a condução e resolução de tudo.


A boa vontade leva, inevitavelmente, a respostas vagas como:

- Você vai à reunião hoje?

- Acho que sim!

- Você vai participar do trabalho?

- Se der eu apareço?

- Você vai entregar no prazo?

- Vou tentar!

- Você vai ajudar?

- Gostaria, mas tô sem tempo...


Dizem que o inferno está cheio de bem intencionados; eu penso que os bem intencionados estejam tendo que dividir o espaço, de forma acirrada, com os de boa vontade - tá faltando espaço!


Constatamos, nos dias atuais, um certo descompromisso nas relações em todos os âmbitos: no trabalho, nos relacionamentos, na religião, com os estudos… enfim, com a vida, com tudo que dure ou tente ser permanente.


Esse comportamento vem se transformando em algo muito comum, que dizem ser consequência do mundo pós moderno.


Um dos "argumentos" mais utilizados para essa indefinição e impermanência é a falta de tempo, condição tão utilizada que chego a pensar que o tempo seja ofertado, para algumas pessoas, em quantidade menor do que para outras.


Algumas pessoas não percebem que o tempo e a prioridade andam de mãos dadas, que não saber se terá tempo para aquela ação é classificá-la de secundária, de não prioritária.


Administrar o tempo é valorizá-lo, respeitando-o e priorizando-o a nosso favor.


Pode-se pensar: "não veio", "não fez", "não ajudou", "não entregou"... por estar absorvido por outros afazeres, pela correria; mas, na grande maioria das vezes, não é isso que acontece...


Nos deixamos vencer pela preguiça, permitimos ser tomados pelo desânimo, somos absorvidos pelas redes sociais, temos medo da chuva, nos escondemos do frio, nos defendemos do calor… e nos entendemos de forma condescendente.


A boa vontade leva-nos a iniciar várias atividades movidos pelo entusiasmo impensado e a abandoná-las logo na primeira fase. Somos derrotados pela rotina, pela sequência, pela duração que não levamos em conta ou somos seduzidos por outras propostas que chegam embelezadas pelas roupas da novidade.


É lógico que esse comportamento não é generalizado, existe, em oposição a ele, aqueles que têm Vontade, que são positivos, diretos, que não vacilam.


"... é certo que a confiança nas suas próprias forças torna o homem capaz de executar coisas materiais, que não consegue fazer quem duvida de si."



Esses são os que comparecem, que participam, que entregam os que se comprometem, que têm sempre tempo para aquilo que querem fazer, são aqueles que têm Vontade ao agir e que naturalmente se destacam, que constroem carreiras que chamam a atenção; senhores do seu tempo, são alvos do "querer ser igual" por aqueles que só possuem boa vontade.


A intenção, aqui, é despertar a capacidade de planejar detalhadamente, estabelecer metas a curto prazo, para que, com as pequenas vitórias, se consiga manter acesa a chama da Vontade de querer atingir o objetivo maior.


Tenha Vontade de ser e de fazer felizes aqueles que estão ao seu lado!!


Vontade é fé e confiança em seus potenciais, que cabe a cada um fazer com que germine e frutifique.


Rogério Alves.


Será um prazer fazermos contato!

  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Facebook Icon

Acreditar em si | Palestra motivacional

Rua Rosa Ribeiro, 236, sobrado, Conselheiro Paulino.
Nova Friburgo, Rio de Janeiro. Cep: 28633 450

   Créditos

Agradecimentos aos facilitadores desse site: